Coisas De Brasília

Zélia Duncan

Compositor: Mongol / Oswaldo Montenegro

Era frio e era claro
Como a seca de brasília
Eu já não sei se amava ou sonhava
Isso eu sei
Você era mais loura no meu sonho
Que em meu olho, eu sei
Meu olho era escuro
Pro teu sonho iluminar, eu sei
Era reto e projetado
Como as linhas de brasília
Não diga o que eu já sei
Eu penso que é mentira, eu sei
A nossa solidão é a do planeta
É quase a mesma, eu sei
Atenda o telefone, ouça meu disco
Ou saia pra jantar, eu sei
Minha canção era loucura
Como a alma de brasília
Contorna, adoça, põe na boca o fel
Da louca ilha eu sei
E é quase branca a minha angústia
Eu não te amo porque amei
E quando te encontrar
Vou perguntar o que valeu

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital